Tempo III



Encostado, vejo as sombras subir, fora do tempo, desfocadas. Um mundo, e eu era parte; eu, aparte, imutável e feito livre. "Como pude deixar o mundo?" Morre o corpo, passa o tempo como cem navios rio acima.

Comentários

MJ disse…
Vivemos as nossas vidas, fazemos seja o que for que fazemos e depois dormimos: é tão simples e tão normal como isso... Há apenas uma consolação: uma hora aqui ou ali em que as nossas vidas parecem, contra todas as probabilidades e expectativas, abrir-se de repente e dar-nos tudo quanto jamais imaginámos... e assim desejamos, acima de tudo, mais.

M.Cunningham

Mais mundo, sombras, vida, corpo, tempo...

Abraço-te,
Damien disse…
Still, there is this sense of missed opportunity. Maybe there is nothing, ever, that can equal the recollection of having been young together. Maybe its as simple as that.
(M.Cunningham)

Together, nothing as simple as that.

Abraço-te,
Anónimo disse…
Maybe...

Life could have been very different but then,
something changed...
Damien disse…
São as nossas escolhas que mostram o que somos, mais do que as nossas capacidades.
Anónimo disse…
Sim, concordo. E Somos infinitos nas possibilidades, decisões, escolhas. E são elas que dão, ou não, o Sentido às coisas, ao Tempo.

Mensagens populares deste blogue

Lua em branco

Deslamento

Quatro