O beijo V



É suave esta, é subtil esta; a veloz vibração de uma ave. Agarra-se, nada até à margem onde ela dorme. Quando o aroma se liberta, quando os lábios encontram o caminho, os teus lábios. E nenhuma música sabe todo o caminho.

Comentários

Maria disse…
Nem sempre me incendeiam o acordar das ervas e a estrela despenhada

- Porém, tu sempre me incendeias.

Porque é de ti que me vem o fogo.

E em ti
principiam o mar e o mundo.

- Começa o tempo onde se une a vida
à nossa vida breve.

Por isso é que estamos morrendo na boca
um do outro.


Beijarei em ti a vida enorme, e em cada espasmo
eu morrerei contigo.

[Herberto Helder]

Sim, contigo.
Assim tudo,
Damien disse…
a nudez do teu corpo
é idéia que vaga solta
no campo da fantasia,
abre portas,
resuscita sonhos
e incendeia
as minhas emoções.

[A.A. Bacca]

Da nossa paixão.
E mais assim,

Mensagens populares deste blogue

Lua em branco

Deslamento

Quatro