A caixa, o seu presente



Viu-a sobre o abismo da eternidade, sentada sob um enorme carvalho. O seu corpo envolto em chiffon negro, os seus joelhos para cima, o seu corpo embalado sobre a caixa. A caixa… o seu presente.

Comentários

Maria disse…
Aqui, é a queda
o mais próprio. Do sentimento sabido
precipitar-nos para baixo para o pressentido, mais além.

Rainer Maria Rilke

Contigo.
Beijo-te,
Damien disse…
De palavra em palavra
a noite sobe
aos ramos mais altos

e canta
o êxtase do dia.

[Eugénio de Andrade]

Contigo.
Beijo-te,

Mensagens populares deste blogue

Lua em branco

Deslamento

Quatro