Estudo II


A água devolvia a imagem de uma mulher e, junto às suas raízes, homens como musgo. Ergueu-se de novo, a luminosidade aumentou. Cheio de oportunidade, cheio de equações, ela junto a um rio cujo caminho congela no Inverno e te permite derreter ciclicamente.

A maravilhosa mente desgastada, atormentado com o que há de magnífico de acordo com as constelações.

Comentários

Maria disse…
"Amar aqui é amar no mar,
mas com a resistência das paredes da terra"

António Ramos Rosa

Beijo-te,
Damien Hamson disse…
"Amo o teu túmido candor de astro
a tua pura integridade delicada
a tua permanente adolescência de segredo
a tua fragilidade acesa sempre altiva"
[António Ramos Rosa]

Beijo-te,

Mensagens populares deste blogue

Verdade

Limpeza

Lua em branco