Da janela

Foto: Bernardo Martins (Dublin, 2013)
"Obrigado" foi um prazer. "Aceitas?" ele declinou.
Por vezes, noite dentro, amaldiçoava os sentidos e sonhava a maravilha de ser uma moldura de janela.

Comentários

Maria disse…
«O tempo move-se, some-se. À janela do quarto, o homem vê esse movimento do tempo a sumir-se.» Herberto Helder, in Os Passos Em Volta

Basta um instante.

Beijo-te,
Damien Hamson disse…
os meus olhos, os meus ouvidos, são também seres do mundo; são instrumentos de excitação corpórea, não da percepção em si

beijo-te,

Mensagens populares deste blogue

Lua em branco

Deslamento

Quatro