Em peças



Se um dia ele partir, irás apanhar os pedaços do chão? E quando a noite cair, e ninguém estiver acordado, fará algum ruído?

Comentários

MJ disse…
Porque o amor também recolhe as cascas
e o mover dos dedos
e a suspensão da boca sobre o gosto
confuso. Também o amor se coloca às portas
das noites ferozes
e procura entender...

Herberto Helder
Damien disse…
Em letras enormes do tamanho
do medo da solidão da angústia
um cartaz denuncia que um homem e uma mulher
se encontraram num bar de hotel
numa tarde de chuva
entre zunidos de conversa
e inventaram o amor com caracter de urgência
deixando cair dos ombros o fardo incómodo da monotonia quotidiana
(Daniel Filipe)

Mensagens populares deste blogue

Lua em branco

Deslamento

Quatro