Escolher a morte I



Nuvens negras avermelham-se. Enquanto, em baixo, a manhã arde. O homem que morre vira o olhar à procura de um regresso; aponta para o céu que a claridade incendeia; a luz reflecte-se nos seus olhos, e nos seus lábios um nome sussurrado. Tu pensas, ao ouvir falar algumas pessoas, que este homem incolor irá para Oeste.

Comentários

Anónimo disse…
Não se pode negar... que Ser livre sempre nos arrebatou. Nas nossas mentes está associado com o escapar à história e à opressão e à lei e às obrigações entediantes, com Absoluta liberdade, e a estrada sempre apontou para o Oeste.

Wallace Stegner

Um abraço forte,
Damien disse…
Tu ficaste arrepiado
com o teu corpo grudado
nesta pele
de menina
e com o norte e o sul
virando de leste a oeste
iniciamos viagem
sem querer imaginar
quando começa
ou termina

O desejo do teu corpo
tua pele tua carne
traz teu cheiro teu sabor
e chego a te ver aqui
sussuro grito
e berro
[falo alto até cansar]
palavras de todo tipo
para me aliviar

Eliana Mora

Abraço-te, forte.
Anónimo disse…
Sim, deseja o Movimento, a oportunidade de Ser, em todos os Sentidos e Direcções.

...Tudo, Todo.

Mensagens populares deste blogue

Lua em branco

Deslamento

Quatro