Assim



Assim encerra a noite o quarto das suas sombras; assim amanhece o dia. Claridade sedenta de uma forma, de uma matéria que a deslumbre, incendiando-se a si mesma. Como eu. A minha boca espera, e tu por mim, perseguimo-nos, corremos atrás da luz, mortais como um abraço que até ao fim nunca enfraquece.

Comentários

Maria disse…
Existe uma mulher
...
que por vezes vem ter comigo
muito cedo de manhã
e me colhe da minha pele!
Damos “voltas no céu”
muitos quilómetros acima dos pinheiros
e não há distância entre nós,
mas não somos o Uno
nem nada que se pareça.
Somos duas pessoas enormes,
dois corpos imensos
de ternura e deleite,
com todos os prazeres sentidos e ampliados
à nossa dimensão.
&
e mais nada na minha cabeça
a não ser estar dentro
do único lugar
que não
tem dentro
nem fora.

L. Cohen in, O Livro do Desejo

Amo-te.
io disse…
ah meus doces mais-que-tudo, sabeis que não há palavrinha mais singelamente eloquente para fara de vós? Como se amam? ASSIM. Como se procuram? ASSIM. Vivem na busca dos braços um do outro? Como? ASSIM.
Assim como? ASSIM. beijos risonhos de felizarda para felizardos!
Damien disse…
Não há nada
que disfarce
de ti aquilo que vejo

Em torno um mar
tão revolto
no cume o cimo do tempo

E os lençóis desalinhados
como se fosse
de vento

[Maria Teresa Horta]

Amo-te.
Damien disse…
Exacto, amiga Io. Assim.
Assim como apenas um amor assim nos pode elevar.
Assim mesmo, nós, afortunados por um viver assim.

Beijos igualmente sorridentes,

Mensagens populares deste blogue

Lua em branco

Deslamento

Quatro