Tempo V



Sim; o homem é o animal que usa relógios. Ele parou o seu - um prateado que levava sempre consigo -, pouco antes de morrer, convencido de que na vida eterna a que aspirava não iria servir-lhe de muito, e no Vazio, onde poderia submergir, muito menos ainda. Convencido também - e isto era o que mais o entristecia - de que o homem não teria inventado o relógio se não acreditasse na morte.

Comentários

Maria disse…
I just saw things differently then. When you're young you don't know anything about death. You don't even have an idea what death means. As you grow older, you're getting closer to it and one day you're going to wake up and realize that you'll die one day. You just wake up and realize that youth and life doesn't go on forever and you know you'll die, one day, sooner or later. The moment you find out about death, that you're going to die, it changes your life completely. I was growing older and I realized that I don't have time to waste, that my life is slipping away, that I have to use every minute of it.

[N.Cave]

Contigo,
Damien disse…
Vivemos de forma orgiástica o endeusamento da beleza e da juventude, mas um dia, se tivermos a felicidade de viver longos dias, tomaremos a estrada da velhice. Pudéssemos encara-la como uma espécie de "idade do ouro" o momento único de realizarmos a síntese de nossas vidas.
Vamos perdendo a memória, mergulhados no turbilhão do dia que passa. Aqui e agora sendo a dimensão primordial de nossa existência, jamais nos deveria fazer perder de vista o futuro. Nas praças e jardins das cidades, ele surge na forma de um quadro vivo: um dia poderemos estar ao fim da tarde saboreando o sol num banco de jardim, ou seja ter a felicidade de chegar a "velho". Nesse momento da vida, já não andaremos às voltas com o Tempo, do que seja te-lo ou da sua falta, já que é o momento de convivermos
de perto com a eternidade. Então, teremos todo o tempo do mundo.

[Angela Santos]

Até ao fim do tempo, contigo.

Mensagens populares deste blogue

Lua em branco

Deslamento

Quatro