Prodígio



Sou o teu corpo, sou nele, queima-me. Mas não me deixo ser apenas o teu corpo. Sou o teu corpo, quando entre nós escorre o inexplicável sangue. Sou o teu corpo, que me difunde e me sustém, e de onde descendem as palavras. Tenho-te como essência.

Comentários

Maria disse…
O teu nome

incandesço
incandesces

abro-te o sexo com as palavras
e amamo-nos

Amo-te e digo-te

Amo-te e quero-te
Para além da morte
na vida
estou sempre à tua espera para te amar
e dizer

Tu És o meu nome o meu fim

assim escolho o nome que me há-de resgatar.

[A. Gancho]

Tenho-te como essência.
Contigo, tudo.
Damien disse…
poro a poro vou sendo o curso da água
da tua língua demasiada e lenta
dentes e unhas rebentam como pinhas
de carnívoras plantas te é meu ventre

[N. Correia]

Essencial, contigo.

Mensagens populares deste blogue

Verdade

Limpeza

Lua em branco