Queda



Caído no chão, o anjo da tristeza, da esperança, do sonho; o anjo caído estava ali por uma razão, por uma segunda oportunidade de vida, por asas humanas. Crescidas as asas, o anjo caído não repetirá os erros, regressará ao caminho escolhido, pedirá perdão e esperará ser ainda esperado.

Comentários

Maria disse…
Caído, não.

Prefiro,

"...rebolar lentamente no chão..."

E mais?...
Damien disse…
Longe de ti são ermos os caminhos,
Longe de ti não há luar nem rosas;
Longe de ti há noites silenciosas,
Há dias sem calor, beirais sem ninhos!

[Florbela Espanca]

Sim, prefiro rebolar lentamente no chão. Uma lenta forma de fazer amor.

E mais tudo,

Mensagens populares deste blogue

Lua em branco

Deslamento

Quatro