De amor III



Vivemos no sítio e no lugar em que o ar se inicia. Vivemos, sabemos, vivemos entre os dois, agora, um no outro, diariamente, em gestos que vemos, nas nossas mãos que nos desejam.

Comentários

Maria disse…
E toda a tua cara é mel para a minha boca, e todo o teu corpo alimento para os meus olhos; os teus braços compridos e mãos que queimam, palpitam, o teu cheiro, os teus pés. Chamo-te desejo.

[F.M.]

Assim e sempre tudo assim...
Tudo,
Damien disse…
Por um olhar, um mundo;
por um sorriso, um céu;
por um beijo...não sei
que te daria eu.

[G.A. Bécquer]

Por uma vida contigo, tudo.

Mensagens populares deste blogue

Verdade

Limpeza

Aqui mesmo