O nosso ar



Os três golpes da criação do mundo chegaram aos nossos ouvidos, iguais aos sons do nosso sangue. Fez-se o instante num só deslumbrar. O relâmpago percorreu-nos o rosto e recebemos a missão do fogo.

Comentários

Maria disse…
um relâmpago assombra
esta nudez

entra pelo sexo

calcina
as espirais da melancolia

e eu ardo (ardo!)
em lavaredas altas

resina indefesa

[Assis Pacheco]


Se me tocas, o mundo incendeia-se.
Assim e assim, contigo.
Damien disse…
É urgente inventar alegria,
multiplicar os beijos, as searas,
é urgente descobrir rosas e rios
e manhãs claras.

Cai o silêncio nos ombros e a luz
impura, até doer.
É urgente o amor, é urgente
permanecer.

[Eugénio de Andrade]

Um amor com carácter de urgência.
E assim, tudo.

Mensagens populares deste blogue

Lua em branco

Deslamento

Quatro