A ti



Encadeados a outros olhos, presos por um sorriso. Abraçados no ar, nem sequer escutam o coro que repete: Nada me basta. Tudo me sobra. Só te quero a ti: desnudados.

Comentários

Maria disse…
Creio que foi o sorriso,
o sorriso foi quem abriu a porta.

Era um sorriso com muita luz
lá dentro, apetecia
entrar nele, tirar a roupa, ficar
nu dentro daquele sorriso.

Correr, navegar, morrer naquele sorriso.

[E.Andrade]

Tudo, contigo.
A sorrir...
Damien disse…
Ânsia de ficar, entre sorrisos, roupa espalhada no chão, carícias; observar a luz que em ti muda, o teu rosto, os teus beijos, em pleno centro do planeta-das-paixões.

Tudo, contigo.

Mensagens populares deste blogue

Lua em branco

Deslamento

Quatro