Nesta noite #2



Nesta noite sedenta perguntei-me quem era. Esta noite encontrei-te, e fazendo do teu sangue água baptizei o meu prazer. E disse à morte que não pode matar-me! E disse ao nada que se procura apagar-me, tu, com os teus beijos, voltarás a incendiar-me!

Comentários

Maria disse…
'Tell me, I’ve still a lot to learn
Understand, these fires never stop...

Believe me...'

[D. Sylvian in, Secrets of the Beehive]

Tudo, muito.
Acredita.
Damien disse…
This eve my pride fed full on what man dreams for aye;
And, like a bird one catches at the casement, so
The infinite in my hand all palpitating lay.

[E.R. Taylor]

Acredito.

Mensagens populares deste blogue

Lua em branco

Deslamento

Quatro