Posição



Todo este planeta e esta estrela, não estando sujeitos à morte, e sendo impossível a aniquilação na Natureza, de tempos a tempos renova-se a si mesmo alterando todas as suas partes. Não há um acima ou abaixo absolutos; nenhuma posição absoluta no espaço pois a posição de um corpo é sempre relativa às dos outros corpos. Em todos os lados há uma troca constante de posições, mas nós (sim, eu e tu) estamos sempre no centro.

Comentários

Maria disse…
'Ser homem é estar fixo; é pesar; pesar sobre alguma coisa. O amor consegue essa diminuição [se não um desaparecimento dessa gravidade, que quando ele não existe é sustento da moral, condição dos que vivem moralmente, apenas moralmente]. O centro da gravidade da pessoa deslocou-se para a pessoa amada primeiro, e, quando a paixão desaparece, ficará esse movimento, o mais difícil de estar «fora de si».

Viver fora de si, por estar mais além de si mesmo. Viver disposto ao voo, pronto para qualquer partida. É o futuro inimaginável, o inalcançável futuro dessa promessa de vida verdadeira que o amor insinua em quem o sente. O futuro que inspira...'

[Maria Zambrano in, A Metáfora do Coração e outros escritos]

Mais Além.
Contigo,
Damien disse…
Que importa o mundo e as ilusões defuntas?...
Que importa o mundo seus orgulhos vãos?...
O mundo, Amor?... As nossas bocas juntas!...

[F. Espanca]

Este nosso mundo.

Mensagens populares deste blogue

Lua em branco

Deslamento

Quatro