Fez



Talvez não fosse pensar, a fórmula, o segredo, mas dar-me como perdido e achado, talvez pudesse eleger o essencial, tinha que encontrar sentido a toda a coisa. Talvez não fosse viver este estar silencioso e este sentir sobre a música, um silêncio de abismo a cada coisa. Talvez devesse cair em amores quietos, sem alma, ser esqueleto. Talvez não fosse pensar, a fórmula, o segredo, mas amar-te e amar, perdida, intensamente. Talvez pudesse ter o destino da semente em vez de uma lógica amarelecida e um estar de estátua com os olhos vazios. Talvez pudesse vergar este meu destino...

Comecei a viver no dia em que o talvez se fez.

Comentários

Maria disse…
'E toda a vida do Homem, apesar de todos os adiamentos e paragens, não passa de um esperar a vida, a bela vida, a verdadeira, a nossa.'

[G. Papini]

Assim, plena.
A nossa.
Damien disse…
E eu sinto que em meu gesto existe o teu gesto e em minha voz a tua voz.

[F.Pessoa]

O nosso gesto.
Pleno.

Mensagens populares deste blogue

Verdade

Limpeza

Lua em branco