Sei bem



Queria-te, eu sei. Soube-o logo, quando senti a tua ausência no meu sangue. Andava com o desejo no lábio, entre madrugada e sombra... Regressa agora o vento a levantar castelos à minha frente, visto a minha voz para dizer-te como te quero.

Comentários

Maria disse…
Amo-te e digo-te

Amo-te e quero-te

Para além da morte
na vida

Estou sempre à tua espera para te amar

E dizer

Tu És o meu nome...

A.Gancho
&
Maria
Damien disse…
Amo-te, dia a dia. Amar sem razão, sem frases feitas, sem presentes, sem dinheiro, sem ódio, sem ciúme, sem tempo.
Maria disse…
O nosso amor são
os teus lábios e os meus a tocarem nos teus.

Selo os meus lábios nos teus
e Somos os dois pares na mesma órbita...

[A.Gancho]

Muito, tudo.

Mensagens populares deste blogue

Verdade

Limpeza

Lua em branco