Beleza



Ele desenhava-a, os ruídos lá fora nada significavam. Enquando ouvia apitos, motores e berbequins, pensava em amarelo, em vermelho sangue, e sorria à medida que a figura dela ia surgindo.

Comentários

Maria disse…
Em quem pensar, agora, senão em ti? Tu, que
me esvaziaste de coisas incertas, e trouxeste a
manhã da minha noite.

- ensinaste-me
a sermos dois; e a ser contigo aquilo que sou,
até sermos um apenas no amor que nos une,
contra a solidão que nos divide.

Mas é isto o amor:
ver-te mesmo quando te não vejo, ouvir a tua
voz...

a mais certa certeza de que gosto de ti, como
gostas de mim, até ao fundo do mundo que me deste.

[N.Júdice]

Em quem pensar senão em ti...
Tudo,
Damien disse…
Hoje sorriem-me a terra e os céus;
sinto no fundo da minha alma o sol;
eu hoje vi-a..., vi-a e ela olhou-me...

[G.A.Bécquer}

Eu hoje vi-te e a minha vida em ti.
Tudo,

Mensagens populares deste blogue

Lua em branco

Deslamento

Quatro