O tempo e a amada



São belos os teus dias fugazes, quando brilham no teu rosto. Ouço a tua voz profunda a atravessar paredes, muros em ruínas, o som que me chega como um batimento cardíaco, ou de uma queda de água distante. Ela chega e, ao mover-se, os pássaros cumprimentam-na. As plantas tremem ao passar do vento.

Comentários

Maria disse…
eram os teus olhos, labirintos de água, terra, fogo, ar,
que eu amava quando imaginava que amava. era a tua
a tua voz que dizia as palavras da vida. era o teu rosto.
era a tua pele. antes de te conhecer, existias nas árvores
e nos montes e nas nuvens que olhava ao fim da tarde.
muito longe de mim, dentro de mim, eras tu a claridade.

[J.L.Peixoto]

Este tempo, contigo.
Tudo,
Damien disse…
Só o fogo e o mar podem olhar-se
sem fim. Nem sequer o céu com suas nuvens.
Só o teu rosto, só o mar e o fogo.
As chamas, e as ondas, e os teus olhos.

[E.Carranza]

O fogo e a água, a chama que nos inunda.
Sou, contigo.

Mensagens populares deste blogue

Verdade

Limpeza

Aqui mesmo