Paisagem



Apesar do Inverno, ele sentia a primavera; ninguém o poderia descrever e no entanto ele sentia, escutava-a perto. Algo o convidava; há uma casa por detrás daquele monte, um caminho aleatório entre a vegetação.

A vida, como a natureza, aceita sugestões do que se deseja; aquilo que mais se deseja tem o poder de conduzir e mostrar-nos ao lado mais intenso da vida. Segui o caminho, esperando encontrá-la.

Comentários

Maria disse…
No livro do imaginário, a lua é verde de morrer, as cadeiras brancas, e a terra amarela começa a dormir - gosto dos poetas obscuros.

Cada imagem é a chave de outra imagem - e elas abrem-se umas às outras, as imagens.

No livro do imaginário, a lua é verde de morrer, as cadeiras brancas, e a terra amarela começa a dormir - gosto dos poetas claros.

[Herberto Helder in, Photomaton & Vox]

Desejei, imaginei, segui o caminho e lá estavas tu.
Tudo,
Damien disse…
Quando eu estiver com as raízes
chama-me com tua voz.
Irá parecer-me que entra
a tremer a luz do sol.

[J.R.Jiménez]

Lá estamos nós.
Tudo,

Mensagens populares deste blogue

Lua em branco

Deslamento

Quatro