Somos sombras



Escuta, a música lenta de passagem. A música pálida, que à passagem muda páginas. O céu perdeu agora o amanhecer que permanece nos teus olhos. Consegues ouvir o cair da fruta?

Dentro dos sons nocturnos, dentro da noite onde caminhamos, dentro da noite somos sombras.

Comentários

Maria disse…
Um dia que começa junto a teus pés

Como a luz entre os dedos deslizam
Como tu própria entre as minhas mãos
Como tuas mãos entre as minhas se entrelaçam
Um dia que começa em minhas palavras
Luz que amadurece até se tornar corpo
Até ser sombra de teu corpo luz de tua sombra
Rede de calor pele de tua luz
Um dia que começa em tua boca
O dia que se perde em nossos olhos
O dia que se abre em nossa noite

Os dedos da música
As garras da música

Chegou a música e arrancou-nos os olhos
(Não vimos senão o relâmpago...)

Chegou a música e arrancou-nos a língua
A hiante boca da música devorou os corpos

Incendiou-se o mundo

[O. Paz]

E eu contigo.
Tudo,
Damien disse…
Amor é o que se aprende no limite,
depois de se arquivar toda a ciência
herdada, ouvida. Amor começa tarde.

[C.D.de Andrade]

É o que aprendo contigo.
Tudo,

Mensagens populares deste blogue

Verdade

Limpeza

Aqui mesmo