Do imperturbável livro



As sementes de maçã são negras no núcleo. Aninha-se o Inverno na terra. Dias generosos de Primavera a caminho, e noites de amplo luar. O amanhecer mancha o céu a leste, flutua no rio um véu de gaze.

Sentimo-nos como uma página arrancada do imperturbável livro dos sonhos.

Comentários

Maria disse…
Nunca estive tão perto da verdade.
Sinto-a contra mim...

[Jorge de Sena]

Assim, contigo.
Sempre,
Damien disse…
Põe a tua mão
Sobre o meu cabelo...
Tudo é ilusão.
Sonhar é sabê-lo.

[Fernando Pessoa]

Tudo é real. Viver contigo é sabê-lo

Mensagens populares deste blogue

Lua em branco

Deslamento

Quatro