Beijo-a



O beijo, um luxuriante desfecho! Música tocada em pequenas teclas pérola, num tempo de melodias envolventes, um ardente sentir a compasso de bater cardíaco. Sonoro, o beijo! Inigualável, indescritível. Curvado sobre o seu corpo, cresce a embriaguez, arrebatadora. Ela como a música e o vinho.

Somos maiores que nós, e mais ousados, de uma linha clássica reescritos.

Comentários

Maria disse…
Apercebi-me então
que o amor a amada e o amante
se confundem...

[Pérsia, séc. IX d.C.]

Quando o homem é todo um
não há falha nele
por onde possa ser atingido

O seu espírito é completo.

[China, séc. III a.C.]

Sou, contigo.
Beijo-te,
Damien disse…
Hoje sorriem-me a terra e os céus;
sinto no fundo da minha alma o sol;
eu hoje vi-a..., vi-a e ela olhou-me...

[G.A.Bécquer]

Eu hoje vi-te.
E sempre o desejo,

Mensagens populares deste blogue

Lua em branco

Deslamento

Quatro