Vida de um dia de verão



Conta comigo, nas árvores de verão, em cada folha que apaixona o vento; conta comigo, no profundo, em cada onda que se afunda para dormir. Então, quando tiveres contados estas marés e árvores frondosas, conta-me toda a chama provada.

Comentários

Maria disse…
Um homem e uma mulher que tinham olhos e coração e fome de ternura
e souberam entender-se sem palavras inúteis
Apenas o silêncio A descoberta A estranheza
de um sorriso natural e inesperado

[D. Filipe]

Conta comigo, sempre.
Tudo, contigo.
Damien disse…
Assemelha-te de novo à árvore que amas, a árvore de grandes ramos : silenciosa e atenta, ela deixa-se pender sobre o mar.

[F. Nietzsche]

E tudo mais, contigo.

Mensagens populares deste blogue

Lua em branco

Deslamento

Quatro