Aroma


Gregory Colbert - Ashes and snow

Quando a vida arde até cinzas – um fogo que rápido desvanece – a cabeça pode esquecer, mas o tronco irá recordar as delícias profundas dos dias passados. A devoção inabalável, ilimitada, os seus sorrisos e as suas lágrimas; nenhuma tempestade a desfez.

Uma visão de beleza que o tempo e as suas sombras nunca eclipsaram – regressa no crepúsculo, de olhos macios, e desafia-te outra vez com um toque dos seus lábios. Encanta-se o mundo, o convite de um palácio construído acima da terra; bebes o copo de vinho estendido e aromatizas a vida.

Comentários

Maria disse…
coloca as tuas mãos, essas memórias escaldantes,
nas minhas mãos amorosas

entrega os teus lábios ao toque
dos meus lábios amorosos
repletos do calor da vida

[Forough Farrokhzad]

Beijo-te,
Damien disse…
Na tua boca sob a minha, ao meio,
Nossas línguas se busquem, desvairadas...
E que os meus flancos nus vibrem no enleio
Das tuas pernas ágeis e delgadas.

E em duas bocas uma língua..., - unidos,
Nós trocaremos beijos e gemidos,
Sentindo o nosso sangue misturar-se.

[José Régio]

Abraço-te,

Mensagens populares deste blogue

Lua em branco

Deslamento

Quatro