O que dizem



Os seus olhos dizem sim, os seus lábios que sim. Diz-me, devo acreditar nos lábios ou nos olhos? Aposto no olhar não disfarça, ou nos lábios que tremem, o caminho a seguir. O que sentes pode ser por lábios prometido, embora a verdade de um olhar insurrecto possa negar o armistício destes.

Mas podem os olhos apaixonados dissimular, ou lábios falsos tremer, este “sim, quero tudo”?

Comentários

Maria disse…
'...e depois pedi-lhe com os olhos para pedir outra vez sim e depois ele pediu-me se eu queria sim dizer sim minha flor da montanha e primeiro pus os braços à volta dele sim e puxei-o para baixo de mim para que pudesse sentir os meus seios todos perfume sim e o coração batia-lhe como louco e sim eu disse sim eu quero Sim.'

[James Joyce in, Ulisses]


Sim, tudo.
Contigo,
Damien disse…
É na escura folhagem do sono
que brilha
a pele molhada,
a difícil floração da língua.

[Eugénio de Andrade]

É no acordar.
Contigo,

Mensagens populares deste blogue

Lua em branco

Deslamento

Quatro