Cuidado



A quilómetros de ti, viro e encontro-te. E o teu olhar e a ondulação do teu vestido, o teu modo inesperado de te aproximar e falar, e o aroma do teu cabelo. Tudo para mim real como chuva num tórrido dia de verão.

Encontro-te, em movimento natural, avanças na minha direcção... Cuidado, eles ainda escutam, eles irão olhar, estes outros, eles irão ouvir quando a tua mão tocar o meu ombro. Eles que fiquem com o seu próprio cuidado que eu cuido de ficar contigo.

Comentários

Maria disse…
E agora, transformado o sonho em acto,
que dinamismo me levanta
e me obriga a crer que isto que faço
é o que posso, devo, desejo fazer;
este trabalho tão saboroso de falar de ti,
de falar de mim de todas as maneiras...

[juan ramón jímenez]

E acariciar o ombro e assim...
Tudo,
Damien disse…
Porque amor não se troca,
não se conjuga nem se ama.
Porque amor é amor a nada,
feliz e forte em si mesmo.

[C.D.de Andrade]

E por nada troco tudo o que temos.
Contigo,

Mensagens populares deste blogue

Lua em branco

Deslamento

Quatro