Vento



O vento que se mistura nos ramos ou em parte deles tem menos de súbito que o desejo dos seres que o iniciam, de um ao próximo e mais longe. O movimento suave da terra e oceano, elevam-se partículas, prazer e vida dirigem o seu movimento a algo mais que o desejo.

Comentários

Maria disse…
criei o Homem a partir de sete consistências:
vinda da terra, a carne;
do orvalho, o sangue;
do sol, os olhos;
e do vento, o folgo.
e dei-lhe sete naturezas:
a carne para ouvir, os olhos para ver, e a alma para cheirar,
o sangue para tocar, os ossos para resistir,
e a inteligência para a bondade e alegria...

[a criação do mundo in, livro dos segredos de Henoch]

És.
Tudo muito,
Damien disse…
Sorriso audível das folhas,
Não és mais que a brisa ali.
Se eu te olho e tu me olhas,
Quem primeiro é que sorri?
O primeiro a sorrir ri.

Ri, e olha de repente,
Para fins de não olhar,
Para onde nas folhas sente
O som do vento passar.
Tudo é vento e disfarçar.

[Fernando Pessoa]

Sim, somos.
Tudo,

Mensagens populares deste blogue

Lua em branco

Deslamento

Quatro