Silêncio IV



Em luz e sombra, tranquilidade e conflito, passam as águas, foram, como as esperanças e medos da vida. Irão rir-se as ondas, chorar e gemer sobre o oceano de passagem, deixando um tom sobre o bater cardíaco a assombrar a reunião silenciosa.

Comentários

Maria disse…
"Sinto que em ti palpita
o meu pensamento.

Depois do silêncio
virá uma fuga húmida.
Depois da tua natureza: uma curva
que respira. Os teus lábios
livres - purificados."

Gérard de Cortanze

Beijo-te,
Damien disse…
Se receoso se turba na alta noite
teu peito em flor,
ao sentires um hálito em teus lábios,
abrasador,
lembra-te que invisível ao teu lado
respiro eu.

[G.A.Bécquer]

Beijo-te,

Mensagens populares deste blogue

Lua em branco

Deslamento

Quatro