Onde em tempo


Tinha vivido debaixo de terra, e ela habitado entre nuvens. Regressou à caverna do seu nascimento. Não deviam qualquer gratidão à sorte, apenas um ao outro e ao consequente acelerar cardíaco. Nem o tempo nem o lugar ou qualquer circunstância, conseguiram manter os seus lábios, o seu peito, o seu sentir afastado.

Comentários

Maria disse…
"Por fim, talvez precisemos compreender que no curso do nosso caminho, colectivo e pessoal, as crises «nos acontecem para que seja evitado o pior». E o que é o pior? [Christiane] Singer escreve: «O pior é ter tido a infelicidade de atravessar a vida sem naufrágios, é ter ficado apenas à superfície das coisas, ter dançado um baile de sombras, ter ficado a chapinhar no pântano do "diz que diz", das aparências» e nunca ter habitado uma vida que lhe pertencesse." José Tolentino Mendonça

Amo-te,
Damien disse…
"Ao lado do homem vou crescendo

Defendo-me da morte quando dou
Meu corpo ao seu desejo violento
E lhe devoro o corpo lentamente

Mesa dos sonhos no meu corpo vivem
Todas as formas e começam
Todas as vidas

Ao lado do homem vou crescendo

E defendo-me da morte povoando
de novos sonhos a vida."

[Alexandre O'Neill]

Amo-te,

Mensagens populares deste blogue

Verdade

Limpeza

Lua em branco