O mais profundo sentir

Trevos, pinhões em extâse, levitando e deslizando, encaixando-se no relvado. Sol e sorrisos solares, desejos selvagens, dias solares, céus lúcidos, todos os humores imprudentes que o amor inspira. Pomares, juncos, lírios, trigo, a música que preenche os seus dias.

Talha dourada, orvalho, gotas de chuva, sombras e o mais profundo sentir.

Comentários

Maria disse…
o amor de um pequeno objecto
o amor dos teus olhos

nesta fase em que o amor é a música de rádio
que atravessa os quintais
e a criança que corre para casa

nesta fase em que o amor é não ler os jornais

podes vir e sentar-te a falar com as pálpebras
pôr a mão sob o rosto e encher-te de luz

porque o amor meu amor é este equilíbrio
esta serenidade...

E. Gonçalves

Beijo-te,
Damien disse…
"Só o fogo e o mar podem olhar-se
sem fim. Nem sequer o céu com suas nuvens.
Só o teu rosto, só o mar e o fogo.
As chamas, e as ondas, e os teus olhos."

[E. Carranza]

Beijo-te,

Mensagens populares deste blogue

Lua em branco

Deslamento

Quatro