Rio oculto



O rio onde segues oculto, imperceptível na quietude, e ondula perseguido pelo mais leve sopro da brisa que revela as suas intenções. Apenas abaixo, sob a tua calma superfície, é o teu verdadeiro caminho revelado.
Longe dali, numa montanha ou numa planície coberta de salva, o local de nascimento onde uma única gota de chuva encontra o seu destino, gota a gota, uma poça, um fio, um fluxo que explora cada fenda, à procura de um descanso inatingível.

Comentários

Maria disse…
Tudo o que brilha na noite,
colares, olhos, astros,
serpentinas de fogos de cores,
brilha em teus braços de rio que se curva,
em teu pescoço de dia que desperta.

Octávio Paz

Beijo-te,
Damien disse…
"Seus olhos --- se eu sei pintar
O que os meus olhos cegou ---
Não tinham luz de brilhar.
Era chama de queimar;
E o fogo que a ateou
Vivaz, eterno, divino,
Como facho do Destino."

[Almeida Garrett]

Beijo-te,

Mensagens populares deste blogue

Lua em branco

Deslamento

Quatro