Aqui mesmo


Situa-se tão perto que, à vista limpa, quase consigo ver o fio de passagem. Sinto quem daqui foi chegar-se a mim, tocar-me a mão. Muitas vezes penso que podemos encontrar aqui mesmo o que outros localizam no céu. Sabes avozinho, aqui mesmo?

Comentários

Maria disse…
"morreste-me. Mas a memória guarda-me o teu cheiro, as tuas mãos e o teu sorriso. Olho ao espelho e vejo o teu nariz.

Estás em nós e eu estou em ti. Eu jamais seria eu sem a tua presença constante na minha vida. Comparência que eu gostaria de poder prolongar.

Mantenho a memória acesa com pedaços de imagens que me fazem sorrir.

Tenho saudades do tempo que não passamos juntos e que eu gostaria de ter passado contigo.

Não acreditavas que o Homem foi à Lua. Agora chegaste finalmente lá.


José Luís Peixoto in, morreste-me

Abraço-te longamente.
Para sempre,
Knut Hamson disse…
"Por muito tempo achei que a ausência é falta.
E lastimava, ignorante, a falta.
Hoje não a lastimo.
Não há falta na ausência.
A ausência é um estar em mim.
E sinto-a, branca, tão pegada, aconchegada nos meus braços,
que rio e danço e invento exclamações alegres,
porque a ausência, essa ausência assimilada,
ninguém a rouba mais de mim."

[C.D.de Andrade]

Abraço-te lentamente.
Sempre,

Mensagens populares deste blogue

Verdade

Limpeza

Lua em branco