A janela


Portalegre, 2012

Ninguém pode enjaular os olhos que se acercam de uma janela, nem proibir que percorram o mundo até aos seus confins. Nos claustros, cozinhas, estrados e gabinetes da literatura universal existe uma janela fundamental à narrativa, e também nos quartos de hotel que pintou Edward Hopper. Alguém que lê um livro ou que estava a falar com um amigo, espreita pelo vidro, levanta uma persiana, e os seus olhos começam a fugir, pássaros em debandada que nenhum ornitólogo conseguirá classificar, nenhum caçador matar, que levantam voo com destino ao lugar incerto de que apenas se sabe estar longe.

Comentários

Maria disse…
"inclinando-se sobre ela

(silencioso)

om olhos que afinal são pétalas..."

e.e.cummings

Beijo-te,
Damien Hamson disse…
(So,when kiss Spring comes
we'll kiss each kiss other on kiss the kiss
lips because tic clocks toc don't make
a toctic difference
to kisskiss you and to
kiss me)

E.E.Cummings

Beijo-te,

Mensagens populares deste blogue

Verdade

Limpeza

Aqui mesmo