Baiona



Inalo a nuvem no meu corpo. Descanso, espero o momento em que me devo deixar ir, os meus olhos movem-se em círculos. À deriva até ao pensamento de uma tarde de verão, aquela tarde de verão em que o tempo se lembrou de parar, mesmo que só e apenas por uns escassos minutos.

Esses minutos tão importantes, em que nos sentámos, em que nos sentimos. Apenas uns escassos minutos. E lá estavas, no mesmo sítio do meu olhar. Sorri para mim mesmo.

Mesmo que fosse por uns escassos minutos. Fiquei a ver-te afastar.

Comentários

Maria disse…
"Aspectos perdidos
pequenas sombras em redor de poderosa imagem.

Aquilo que
distingue a palavra ave da palavra pássaro."

João Miguel Fernandes Jorge


Beijo-te,
El Gato disse…
"Não precisa ser homem, basta ser humano, basta ter sentimentos, basta ter coração. Precisa saber falar e calar, sobretudo saber ouvir. Tem que gostar de poesia, de madrugada, de pássaro, de sol, da lua, do canto, dos ventos e das canções da brisa."

[Vinicius de Moraes]

Beijo-te,
Mz disse…
Ei também fiquei por aqui uns minutos a ler-te. E sorri, porque gostei :)
Damien Hamson disse…
Benvinda ao Antimatter, Mz.
É sempre bom saber que nos leem e, ainda mais, que sorriem ao fazê-lo.

Obrigado,

Mensagens populares deste blogue

Verdade

Limpeza

Aqui mesmo