O que resta

Jorge Marques, in "O que resta"


"Confesso que cada vez mais tenho dificuldade em compreender o que se valoriza na arte por cá." [Jorge Marques]

Também eu, Jorge. Também eu. Como é que não se dá o devido valor a trabalhos como este?
É triste este povo que se alimenta de novelas e mega-picnics. Enfim, têm o que querem e mais do que merecem. O que revolta é a cultura nivelar-se por aqui, rasteiramente. O que revolta é esta ditadura das maiorias, das audiências, do popular e popularucho. A cultura é um santo popular, acompanha-se com sardinha moída e vinho de pacote.

Comentários

Maria disse…
"A intensidade com que se é esmagado não importa,
de facto o que importa é a intensidade que nos resta
depois de sermos esmagados."

Gonçalo M. Tavares

Beijo-te,
El Gato disse…
"Rasgam-se
os olhos
diante das feridas descobertas
esmaga-se a indiferença
frente ao rosto da verdade"

[Angela Santos]

Beijo-te,

Mensagens populares deste blogue

Verdade

Limpeza

Lua em branco