O mesmo mundo?


Declaravas nos bosques não ter promessas por cumprir. Rodeado de tons de cinzento a partir de prata e azul, ramos que escurecem o horizonte como veias secas de um corpo baldio. É esse o mesmo mundo?

Cada respiração quente desfraldando o vidro da janela, como o calor que faz o cabelo encaracolar. Ficas em casa com medo do frio, medo dos pinheiros, medo de horas que passam, medo deste tempo. À tua frente um electrodoméstico que crepita, um livro que te leva em viagens de sonho, nenhuma delas a tua.

Uma casa vazia cheia de coisas.

Comentários

Maria disse…
"Até não teres medo de morrer.
E então serás eterno."

Cecília Meireles

Beijo-te,
Damien Hamson disse…
"Mas haverá estrelas, flores
e suspiros e esperanças,
e amor nas alamedas,
sob a sombra das ramagens."

[Juan Jamón Jiménez]

Beijo-te,

Mensagens populares deste blogue

Verdade

Limpeza

Do meu universo