Três anos

Azenha do Mar, 2013
Ter tempo e mundo suficientes. Onde ir, pensaríamos sentados. Eu, a desejar cem anos olhos nos olhos teus, duzentos a sentir-te; talvez trinta mil para tudo quanto resta. Mil anos pelo menos, para cada pedaço de ti.

Comentários

Maria disse…
Tenho em mim que havemos sempre de viver
juntos um com o outro
que havemos de selar os nossos destinos
na terra, na água, no ar e no fogo
no fogo que irradias
... e que a água vem apagar e não apaga
no ar que nos consome e que nós respiramos os dois juntos

A. Gancho

E eu, contigo.
Beijo-te,
Damien Hamson disse…
Amo-te, embriagado nos teus olhos, no silêncio, na noite viva sem lágrimas, noite viva como um lago sem medo.

Mensagens populares deste blogue

Verdade

Limpeza

Lua em branco